Processo visa fortalecimento da política de economia solidária no Maranhão; cadastro foi discutido por organizações da sociedade civil e poder público

Foto: Ascom/Setres/MA

 

O auditório Mané da Conceição, que integra o Centro de Referência para Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar e Economia Solidária no Maranhão, sediou ontem uma reunião que discutiu o ambiente político-institucional da política de Economia Popular Solidária no estado e caminhos para seu fortalecimento.

Estiveram presentes Roberto Marinho Alves, secretário adjunto da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), Julião Amin, secretário de estado de Trabalho e Economia Solidária, além de assessores, representantes do Fórum Estadual de Economia Solidária do Maranhão (Feesma), da Rede Mandioca e da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.

Um diagnóstico sobre a atual situação da política no Maranhão foi apresentado pelo Feesma. Na ocasião foram eleitos ainda os membros para a Cadesol, uma comissão que avaliará o Cadastro dos Empreendimentos Solidários no Maranhão.

A Cadesol é uma comissão permanente, com mandato de dois anos. Sua primeira gestão é formada por quatro empreendimentos, duas entidades de apoio e dois representantes do poder público, além de suplentes. Integram a Cadesol como titulares a Associação em Áreas de Assentamento do Estado do Maranhão (Assema), Associação de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ascamar), Unidas Pela Fibra, Rede Mandioca, Cáritas Brasileira Regional Maranhão, Associação Agroecológica Tijupá, Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária e Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. São suplentes a Associação de Pescadores/as e Agricultores/as Canto dos Lençóis, Associação Comunitária de Educação Ambiental de Iguaíba, Associação Cajazal, Cooperativa de Reciclagem de São Luís, Associação Vencer Juntos em Economia Solidária (Avesol), Centro de Formação para a Cidadania Akoni, Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular.

No related posts.