Lançamento terá intercâmbio entre redes de agroecologia e economia popular solidária. Atividade acontece terça (29) e quarta-feira (30)

Divulgação

 

“Convido todas as instituições do mundo, toda a igreja e cada um de nós, como uma única família humana, a dar voz a todas as pessoas que sofrem silenciosamente de fome, para que esta voz se converta em um grito capaz de sacudir o mundo”.

O chamamento é do Papa Francisco e data de 10 de dezembro de 2013, no lançamento da campanha mundial “Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”.

Hoje, no mundo, mais de 800 milhões de pessoas passam fome. Na América Latina e Caribe são 47 milhões. Pesquisas apontam, entretanto, que não há problemas de disponibilidade ou produção de alimentos, mas de acesso na América Latina e Caribe. A região prevê fechar 2014 com a produção de 224 milhões de toneladas de cereais.

A Rede Cáritas Internacional está colocando seu poder coletivo e juntando-se a outras redes visando contribuir para o processo de superação do sofrimento de milhões de pessoas famintas e empobrecidas no mundo. Ao longo deste ano, Cáritas Brasileira e Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estão realizando uma grande mobilização, incluindo seminários, encontros, debates, reuniões com famílias, grupos, comunidades, paróquias, organizações e parceiros.

Rede Mandioca – Gestada em 2004, nas comunidades Vila Ribeiro e Riacho do Mel, e hoje expandida para todas as regiões do Maranhão, a Rede Mandioca surgiu e permanece como uma alternativa de combate à fome e ao trabalho escravo.

“Há 10 anos Vargem Grande era um polo exportador de mão de obra escrava para outras regiões do país. Todos os dias saíam ônibus lotados tirando trabalhadores de sua família para a superexploração em atividades como o corte de cana de açúcar. A Rede Mandioca surgiu para combater este mal”, lembra o sociólogo Ricarte Almeida Santos, secretário executivo da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.

A Quitanda Rede Mandioca (Rua do Alecrim, 343, Centro) e o auditório Manoel da Conceição (na sede da Cáritas, no mesmo endereço) sediarão o lançamento maranhense da campanha mundial “Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”.

“A Quitanda é um centro de referência da comercialização dos produtos da Rede Mandioca. É parte dessa estratégia de apoio à agricultura familiar pautada nos princípios da agroecologia e da economia popular solidária e consequentemente no combate à fome e ao trabalho escravo, frentes da qual não podemos nos afastar”, explica Lucineth Cordeiro, assessora do secretariado regional da Cáritas e coordenadora da Rede Mandioca.

Durante as atividades de lançamento da campanha estão previstas a ida de uma delegação ao município de Vargem Grande. Vindos principalmente do Ceará, mas também de outros estados, os presentes conhecerão a experiência da Rede Mandioca no município fundador e da cooperativa local, que realiza frequentemente feiras de economia popular solidária. No município, recentemente foi inaugurada uma casa de farinha comunitária em Bacuri dos Pires, comunidade filiada à Rede Mandioca. A viagem acontecerá terça-feira (29).

No dia seguinte (30), intercambistas visitarão feiras em São Luís, para conhecer suas lógicas de funcionamento, produção e comercialização. Às 16h acontecerá um debate sobre a fome no mundo, no ato de lançamento da Campanha, com a presença de Marcelo Lemos, assessor do secretariado nacional da Cáritas Brasileira.

O debate terá ainda as presenças de Ricarte Almeida Santos e de trabalhadores cujas vidas foram transformadas a partir do advento da Rede Mandioca. “Temos consciência da importância do trabalho da Rede Mandioca, mas também que é necessário muito mais para mudar a realidade do Maranhão. Promover este debate, além de marcar o lançamento da campanha em nosso estado, é dar mais uma contribuição buscando melhorar a vida de nosso povo”, finalizou o sociólogo.

Serviço

O quê: lançamento no Maranhão da campanha mundial “Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”.
Quando/onde: terça (29) e quarta-feira (30), em Vargem Grande e São Luís.
Maiores informações e entrevistas: (98) 8192-0111 e 8192-0200.
Internet: ma.caritas.org.br, redemandioca.org, twitter.com/caritasma, facebook.com/quitandaredemandioca

No related posts.