Catadores e catadoras de materiais recicláveis e seus representantes estiveram presentes ao ato

Ato de instalação do FELC reuniu representantes de suas entidades-membro e catadores e catadoras de materiais recicláveis

 

No último dia 27 de novembro, no auditório da sede do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª. Região, em São Luís/MA, foi instituído o Fórum Estadual Lixo e Cidadania do Maranhão (FELC/MA).

O Fórum tem o objetivo de ser um espaço permanente de debates, reflexão, proposição, articulação, apoio técnico, capacitação e sensibilização para a adequada gestão de resíduos sólidos urbanos e implantação de projetos em prol dos catadores e catadoras de materiais recicláveis. Visa também auxiliar o poder público na gestão adequada dos resíduos sólidos e promover a inclusão social e produtiva dos catadores e catadoras de materiais recicláveis.

29 instituições compõem o Fórum, entre cooperativas e associações de catadores, organizações do movimento social, faculdades, bancos, fundações, institutos, e secretarias municipais e estaduais – a Cáritas Brasileira Regional Maranhão é membro do FELC/MA.

O evento de instalação do FELC/MA contou com a apresentação do projeto Reciclanorte, pelo gestor de responsabilidade social da Eletrobras/ Eletronorte, Roberto Nonato Souza, e a professora Samira Rodrigues, presidente do Instituto Ecovida.

No ato houve ainda a leitura da carta-compromisso do FELC/MA e uma palestra sobre o Plano Estadual de Resíduos Sólidos, proferida por técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Maranhão (SEMA).

A Associação de Catadoras de Materiais Recicláveis de São Luís (ASCAMAR) recebeu, na ocasião, um caminhão baú, doado pela Fundação Nacional de Saúde (FUNASA).

“Nossa grande missão em abraçar essa temática, é, sobretudo, em função desse segmento humano envolvido, os catadores e catadoras. De pouco ou quase nada adiantaria uma preocupação ambientalista, sem levar em conta os catadores/as. Que este Fórum, hoje instituído, seja um instrumento de ação articulada dos diferentes atores e instituições envolvidas; que seja, sobretudo, instrumento em favor da garantia dos direitos de catadores, catadoras e suas famílias, cujas condições de vida ainda beiram a indigência. Assim o ciclo de vida dos materiais recicláveis e da dignidade humana estará garantido”, afirmou Ricarte Almeida Santos, secretário executivo da Cáritas Brasileira Regional Maranhão, durante a mesa de abertura do evento.

Entre os objetivos do FELC/MA, assinalados em sua ata de instalação, destaques para articulações de órgãos estatais, assessoramento, capacitação, realização de diagnóstico da situação socioambiental dos resíduos sólidos e catadores/as no estado do Maranhão e a erradicação do trabalho infantil, entre outras.

No related posts.