Três regiões e diversas comunidades do Maranhão serão visitadas. Intercâmbio renderá documentário curta metragem sobre a Rede Mandioca e suas experiências.

O Maranhão sedia, a partir de amanhã (12), o Intercâmbio Nacional da Cáritas Brasileira. O objetivo é conhecer experiências produtivas, merecendo destaque a Rede Mandioca. Dele participarão agentes Cáritas de todo o país, técnicos e membros de grupos acompanhados filiados à Rede. “Para nós é sempre bom receber pessoas que compartilham dos mesmos ideais, princípios e lutas através da ação libertadora da nossa rede”, dá boas vindas a Carta de Acolhida do Encontro, assinada pela Equipe Cáritas do Maranhão.

O Hotel Pousada Italiana, no Centro de São Luís, sediará dois painéis, uma plenária e um seminário, momentos formativos do evento, que terá visitas in loco a três regiões do Maranhão. O objetivo é conhecer realidades distintas de grupos filiados à Rede Mandioca e trocar experiências. “É claro que teremos muito a dizer, a expectativa por esta atividade é grande, assim como também teremos muito para aprender com quem nos visita. Intercâmbio é justamente isso, essa troca de saberes”, afirmou o secretário executivo da Cáritas Brasileira Regional Maranhão Ricarte Almeida Santos, em uma reunião preparatória ao Intercâmbio.

Os municípios a serem visitados durante o intercâmbio são Codó, Lago da Pedra e Vargem Grande. No primeiro serão conhecidas as comunidades de São Benedito dos Colocados, Mirindiba e Passagem Grande; em Lago da Pedra a experiência emblemática do povoado Nova Unha de Gato, completamente reconstruído após cheias que arrasaram-no por completo em 2008; no último, visitas às comunidades Piqui da Rampa, Canto dos Bois e Riacho do Mel, além de reunião com a Coopervarg, de pequenos agricultores do município. Vargem Grande é o marco zero da Rede Mandioca.

Mais de 200 pessoas participarão do Intercâmbio, que se estende até o sábado (15) e gerará um documentário curta-metragem, com diversos aspectos do fazer cotidiano da Rede Mandioca, articulada no Maranhão pela Cáritas, com apoio do Banco do Nordeste.

No related posts.